Por que ser uma revendedora da Liga da Lingerie

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

O mercado da lingerie no Brasil é um setores mais lucrativos do indústria e comércio, independente da situação econômica nacional. Com uma cultura que valoriza a sensualidade e beleza femininas de norte a sul, o país tem clientes para todos os gostos.

Há opções para adeptas do fio dental com ou sem renda, espartilhos, sutiãs meia taça, com ou sem bojo, meias três quartos, sete oitavos, entre outros tipos de lingerie. Mulheres discretas, ousadas, com qualquer tipo físico, usam lingerie no dia-a-dia ou em ocasiões especiais.

Revendedora da Liga da Lingerie, algumas razões para ser uma!

 

No Brasil existem mais de 3.500 confecções produzindo cerca de 1,5 bilhão de peças todos os anos, em um mercado que chegou a movimentar mais de R$ 3 bilhões em 2012, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

O mercado é democrático, com oportunidades e espaço para empreendimentos que atendem públicos de todas as classes sociais. O mercado é para todos que sabem explorar o segmento. Há um número infinito de diferentes modelos, tamanhos e cores, atendendo todos os bolsos e todas as faixas etárias. O mercado de lingerie é cheio de nichos e oportunidades num cenário peculiarmente voltado à customização e à experimentação das peças.

Nos últimos quatro anos, o crescimento do setor foi de 33%, índice de dar inveja, por ser várias vezes maior que os números do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, na casa dos 2 ou 3%. Isso significa diversas oportunidades de empreendimentos na área. O aumento no poder aquisitivo da brasileira tem impacto direto no vigor demonstrado pelo setor. Cada brasileira compra em média 7,6 peças por ano.

 

Vantagens de ser uma revendedora da Liga da Lingerie!

 

foto-2

 

Por isso, a revendedora da Liga da Lingerie já sai na frente dentro de um mercado em que o interesse das clientes é constante. Mais independentes, as mulheres têm cada vez mais gastado com produtos para elas e estão cada vez mais exigentes com o que irão consumir.

Nesse trabalho, ganhar a confiança e aproximar o produto da consumidora é fundamental. As mulheres não dependem de seus maridos para comprar calcinhas, sutiãs e demais peças da moda íntima. Por isso, ter um sistema de vendas que priorize o contato com a compradora pode ser outro diferencial no mercado.

É aí que a revendedora da Liga da Lingerie se destaca: conhecendo o gosto das consumidoras e atendendo aos anseios de mulheres com todos os tipos físicos, longe dos padrões restritivos de décadas atrás, a revendedora sabe exatamente quais produtos oferecer e qual a frequência com que a clientela busca essas peças.

E com os produtos da Liga da Lingerie, a revendedora vai poder oferecer três itens a mais, além do produto em si: beleza, cumplicidade e qualidade de vida. Muito mais que uma marca, a ideia é que as revendedoras oferecem um conceito, que esteja relacionado à auto-estima, à segurança e ao conforto das clientes.

É por isso também que ser uma revendedora da Liga da Lingerie garante que você tenha esse conceito em prática no seu trabalho: o controle sobre seus horários e ganhos é seu.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *